quinta-feira, 16 de julho de 2009

Mamãe não ficaria orgulhosa

Então, acontece que preciso atualizar meu perfil do blog, porque a minha localização não é mais "longe, muito longe".
Muita coisa aconteceu e eu voltei para a civilização.
Porém, muito tempo morando na roça, acabei desaprendendo as manhas de pegar ônibus no ponto certo. Na verdade, isso eu nunca soube fazer, mesmo quando ainda morava aqui há uns anos atrás, mas isso não vem ao caso agora.
Aí, segunda-feira, primeiro dia de trabalho, eu tinha que entrar às 8hs. Precisava pegar um ônibus X que deveria parar num certo ponto. Só que um novo ponto de ônibus foi construído há alguns dias e o tal ônibus que eu precisava pegar, não parou quando dei sinal do antigo ponto.
Isso faltando 30min. para o meu horário. Desespero!
O que eu fiz?
Não pensei duas vezes e desobedeci papai e mamãe duplamente: pedi informação a um estranho e ainda o acompanhei quando ele me disse que era melhor irmos para um outro ponto, algumas quadras adiante, pegar um ônibus Y ao invés do X que demorava mais para passar e talvez nem fosse mais parar no ponto antigo.
Isso com uma semana longe de casa. Agora, para continuar nesse caminho de viver perigosamente, preciso encontrar um outro estranho para aceitar os doces que ele tiver para me oferecer.
Meu objetivo deste ano? Matar papai e mamãe do coração.
Ah, sim! Só me atrasei 10min. e consegui "autorização" do chefe para isso. Apesar dos riscos que corri, cheguei sã e salva ao primeiro dia de emprego novo.

***
Trilha Sonora: Barulhos da avenida. A vida é boa novamente.

3 comentários:

Di disse...

Eu fico com o coração pra sair pela boca quando sei que vou me atrasar. Ok, exagero, eu sei, mas é meu jeito.

Boa sorte aí!

Ana Vissotto disse...

Boa sorte na cidade grande... rs!
PS. Eu continuo lendo e adorando :)

disse...

Tás morando onde, mocinha???