quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Com o coração encolhido

Acontece que aqui haveria um post cheio de coisas que só fariam sentido pra mim, mas eu desisti.
Porque o que realmente importa e o que eu quero dizer de verdade, verdadeira é que quando a gente encontra um amor de verdade, verdadeira a gente precisa deixar de ser burra e agir com menos egoísmo porque uma coisa que pra você não é nada, pode significar uma grande dor de cabeça que remédio nenhum vai curar e pedido de desculpa nenhum vai fazer passar.
O que importa mesmo, mesmo é que eu sei quem é o homem da minha vida e nada no mundo me faz mais feliz do que ele. Só sinto muito, de verdade, que eu esteja errando quando não deveria errar. Mas acontece que às vezes eu planejo agir de um jeito e acabo agindo de outro. E tudo desanda. Só resta a certeza do que sinto por ele. E essa é cada vez maior.
Enfim, talvez só faça sentido pra mim, como seria o post original, mas não me importo. Meus erros, minhas explicações, meu blog. Bom... Isso ainda é coisa de gente egoísta, né?

***
Trilha Sonora: Qualquer coisa...

6 comentários:

Di disse...

Muler, muler... vaidade e orgulho demais são bons detonadores de relacionamentos, então como seu gato vale a pena, dê o braço a torcer, pode doer menos que perdê-lo de vez...
Sorte aí!
beijoca!

disse...

:-( Poxa, é triste quando a gente tem consciência de que errou. Mas pior ainda é quando não admitimos isso.

Nica disse...

O egoísmo faz parte da gente. É instintivo. Como bióloga, te garanto, todas as espécies estão fadadas a serem em alguns aspectos egoístas. É a lei da sobrevivência.
Claro que nós, humanos, temos algo chamado consciência que nos permite modificar nosso comportamento instinivo. Contudo, isso não é sempre e costuma ser difícil.
Não se martirize e pense que no amor precisamos entender o outro antes de julgar suas atitudes. Se você foi egoísta e errou, provavelmente isso tem um propósito muito forte para você que seja até mesmo inconsciente. A gente não erra por mal quando amamos.

Alessandra disse...

Moça, quem ama cuida, as vezes é difícil deixar as coisas que gostamos, ou estamos acostumadas a fazer de lado, mas quando a relação vale a pena, trodo esforço é válido.

Bjo.

...aquela que voa disse...

Muito prazer ;) E é assim... a gente sempre erra. Menos mal é quando a intenção é de acerto. Ame muito o amor da sua vida! Bjs :*

ALLYSON PALLISSER disse...

Olá, tirei um tempinho pra dar uma lida em alguns blogs legais que encontro pela rede, e gostei muito do jeito com que você expõem seus sentimentos aqui, a maneira com que descreve. Ah e se puder dar uma opiniãozinha, aflição passa. (: