quarta-feira, 31 de março de 2010

Vidente é o c@r#l*o!

Há um tempinho atrás, fiquei sabendo da existência do Formspring. Achei bem bobo, mas legal. Fui lá e me cadastrei (como sempre). Depois eu vi que havia uma bagacinha que eu poderia colocar no blog e, a partir da bagacinha, as pessoas me mandariam as perguntas sem precisarem ir até o Formspring.
Perfeito. Não sei pra que e nem pra quem, mas perfeito.
Aí começou o inferno. Chovem perguntas do tipo "quem eu fui nas vidas passadas?".
Eu teria ficado com a mesma cara de interrogação que muita gente deve estar agora, porque, afinal de contas, eu nunca disse em canto nenhum que sou parente da Mãe Dinah.
Eu teria ficado, mas não fiquei. Acontece que sou muito curiosa e desde o começo do blog eu enfiei tudo quanto é tranqueira aqui para saber quem visita o blog, de onde vem, pra onde vai, qual a cor do esmalte que você usa enquanto digita meu endereço, etc.
E uma dessas tranqueiras me diz que um dos posts que mais atrai visitas desde que foi publicado é um beeem antigo onde eu contava do teste de vidas passadas que fiz e descobri que eu era alguma coisa que já nem me lembro mais o quê, mas que não me agradou muito. Era um teste daquelas seções esotéricas do Terra.
Pouco depois, levada pelo mesmo tema, publiquei um post contando do sonho que tive uma vez, onde eu morava na côrte portuguesa, tipo, ano de 1500 e qualquer coisa, e fugia para o Brasil sob a condição (que alguém me impunha, que fique bem claro que quem quis não fui eu) de ser cortesã por aqui.
Daí pra virar referência nos sites de busca, deve ter sido um pulo. Não testei ainda, mas creio que se você buscar por "teste de vidas passadas" ou "quem eu fui em outra vida", em algum momento da busca, vai acabar achando meu link vagando pela isternet. E o que acontece depois? As pessoas perdidas que não percebem que isso é um blog à toa sobre absolutamente nada específico, pensam que estão na casa da Maga Patalógica que é vizinha da Mãe Dinah e se sentem à vontade para perguntar quem elas foram nas vidas passadas.
Quando coloquei aquele negocinho do Formspring ali, esses fulanos fizeram a festa. Pensam que é uma versão moderna de bola de cristal e mandam suas perguntas como se não houvesse amanhã.
Aviso: minha época de esoterismo e leitura de tarô passou, meus caros. Mas não vou pensar duas vezes antes de começar a mandar maldições na direção do próximo que vier me perguntar essas coisas.
Vou desejar que vocês façam uma regressão mal sucedida e fiquem presos nela pra sempre. E, como em regressões as pessoas sempre descobrem que eram algo chato pra cacete e nada glamouroso, pense que belo castigo seria ficar preso pra sempre no Antigo Egito, trabalhando como escravo construindo as pirâmides naquele sol dos infernos, descalço naquela areia fervendo. Pensou? Então não me pergunte mais nada.

***
Trilha Sonora: Alguém assobia. E isso me lembra de um amigo que sofria muito por não saber assobiar aos 20 e tantos anos.

2 comentários:

Dread disse...

http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&safe=off&rlz=1C1GPCK_enBR369BR369&q=quem+eu+fui+em+outra+vida&start=20&sa=N

Página numero 3.

Parabéns. rs.

Quem era o amigo?

rhcastelobranco disse...

Olá! Gostaria de convidar vc para conhecer o meu blog! Nele falo sobre uma de minhas paixões: livros!
Vc encontrará críticas literárias, indicações de leitura, novidades na área, notícias interessantes sobre livros e lançamentos, além de textos escritos por mim.
Se gostar e quiser seguir-me ficarei muito feliz!
www.literaturasdomundo.blogspot.com
Deixe um recadinho!
Ah, seu blog é muito bom! Gostei dos posts. Voltarei mais vezes.
Bjos