quinta-feira, 17 de abril de 2008

Chá das 5

Um dia ainda me finjo de louca, sento no banco da rodoviária e rio pra todo mundo que passar.
Rio, não. Quem ri é gente normal.
Quero gargalhar, rolar de rir enquanto aponto o dedo para a mulher que passa com suas compras, o garoto que pedala sua bicicleta, a menina que carrega os cadernos.
Todos hilários! Todo mundo me dá motivos para rir. Rir, não. Gargalhar!
E ninguém se aproxima de mim! Serei a louca da rodoviária com minha sacola velha, de alça estourada, que carrega coisa alguma. De um canto pro outro, sem parada fixa.
Gargalho daqui, gargalho de lá.
E todo mundo que passa tem pavor dos loucos da rodoviária. Ninguém se aproxima.
Quase ninguém.
Só aquela mocinha da bolsa de pano, que não teme os loucos.
Acha poética a loucura dos que gargalham sem motivos visíveis.
Tem até vontade de escrever sobre os loucos da rodoviária. Eles, com suas histórias de toda a gente hilária com quem eles cruzam pelo caminho vindo de lugar nenhum, indo para canto algum.
Só a mocinha da bolsa de pano se aproxima e deseja até dizer bom dia ao louco que gargalha, mas quem diz bom dia é gente normal.
Ela queria era enlouquecer, convidar o louco da rodoviária para um chá das cinco e ficarem ali, na mesa, a gargalhar durante incontáveis dias, porque o relógio está quebrado e manteiga de má qualidade não serve para consertar relógios quebrados.
*
Um feliz desaniversário para você.

***
Trilha Sonora: Forget About Him - Kath Bloom. Essa música tem cara de Janis Joplin.

17 comentários:

F. S. Júnior disse...

missão pra ti... lá no gamella...

Kagahn disse...

See Please Here

J.R. disse...

eu quero ir no encontro de blogueiros, me chama?

Mike disse...

Mila no país das maravilhas...
consertar relógios com manteiga, perfurar a normalidade e invadir o campo do além-comum... o estágio da loucura, que até então esteve calado dentro dela... e assim gargalhar, sem motivo, sem segundas intenções maliciosas que só existem na mente dos normais (normais demais!)... gargalhar, até a manteiga de má qualidade findar e o chá das 5 ser recolhido... respirar fundo e levantar do banco da rodoviária, pois o ônibus se aproxima... resta voltar para a casa/casulo e esperar o dia em que as asas completarem sua formação e então acordar borboleta... livre de tudo.

Azrael disse...

medo²³²³²

Victor Rodrigues disse...

Ótimo texto, moça!! ^^

Marcelo Martins disse...

E eu com essa cara de sério...
Dizem que raramente sorrio, e é verdade.
Acho que sou introspectivo em demasia ou apenas um chato mesmo.
A verdade é que adoro rir, mas rir de coisas inteligentes e tals..
Cara, adorei o estilo de seu post.
Lúdico, poético, divertido.
Me fez sorrir =)

Um feliz desaniversário pra você também.

Smack

letícia * disse...

aiaiai... ainda viajando no país das maravilhas?

.Ná. disse...

Ah, eu queria ser Alice e ter um gato daqueles que some e aparece em cima da árvore. E eu gosto dos loucos, eles são poéticos!
Bjo

Bel Gasparotto disse...

Toda rodoviária tem um louco, né?

Bacana o texto, Mila, gostei!

Anna Flávia. disse...

ei, Mila. quer brincar? =D
tem um meme pra ti no meu blog. eu, já abusando da tua boa vontade. xD ahsuhae


beijo

Carol Rodrigues disse...

Rir é sempre o melhor remédio =)

Muita luz pra vc

MP3 e MP4 disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the MP3 e MP4, I hope you enjoy. The address is http://mp3-mp4-brasil.blogspot.com. A hug.

Leonardo Werneck disse...

http://blogsoundofsilenceblog.blogspot.com/

Modifica aí meu link... troquei o domínio!

beijso

Luca disse...

Será que vc é normal?

nica disse...

Hohoho... uhuhuhu... hihi... AijhsuiahsiuhaIUDSHIJSHSIJAHSIHAUIHSIUAHSIUAHIUSHAIUHSIUHASUAHIUHAIUAHIUAHIUAHIUA...

Amei seu texto. Qd for, me chama pro chá das 5 tb!

Tay Highway disse...

q vc bebeu? hahaha isso me lembra um email q ensinava como ser louco.