quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Melhor que a original

Essa é uma  lista que eu queria fazer há tempos, desde que estava sem isternete em casa e ficava escrevendo posts mentais nas horas de ócio. É uma lista de músicas que foram regravadas e ficaram melhores que as originais.
Resolvi que essa lista precisava sair porque tenho ouvido uma quantidade enorme de versões que me fazem pensar "essa devia ser a original!".
Então, aí está:

Maria Gadú - Lanterna dos Afogados
A original é dos Paralamas, todos devem conhecer. Tem até outras regravações, mas essa da Maria Gadú... Superou a da Cássia Eller, que eu adoro e, até então, era a melhor regravação que eu conhecia dessa música. Nem vou comentar aqui sobre a competição mental (da minha mente, claro) que rola entre Cássia Eller e Maria Gadú.

Yael Naim - Toxic
A original é da Britney Spears. Não gosto da Britney Spears e essa música, na voz dela, pra mim era só mais uma melodia rebolante da loira louca. Mas quando ouvi na voz da Yael Naim vi que uma boa gravação e uma voz linda fazem toda a diferença. Até aprendi a letra por causa dessa regravação.

Frente! - Bizarre Love Triangle
A original é do New Order, mas eu demorei para perceber. Sempre ouvia as duas versões, mas só quando comecei a me interessar pelas letras das músicas que eu ouvia foi que eu notei que eram a mesma música. A versão do New Order é legalzinha, naquele estilo "antiguinho" de música dos anos 80, cheia de efeitos sonoros típicos dos anos 80 e coisa e tal. A regravação, não. É lentinha, só voz e violão, dura menos de 2 minutos e a voz da Angie Hart, vocalista do Frente!, é linda.

Cássia Eller - Por Enquanto
Adoro Cássia Eller e praticamente todas as músicas que já ouvi na voz dela. Mas essa música em especial ficou tão linda, tão delicada, tão... Aquele Acústico MTV que ela gravou tem algumas das melhores gravações das inúmeras regravações que ela fez. Eu poderia fazer uma lista baseada no tema "Cássia Eller cantando fulano", e com certeza a maioria das minhas preferidas seriam as do Nando Reis que ela gravou. Mas fica pra outro dia. Por Enquanto é uma música linda já na voz do Renato Russo, mas a versão da Cássia tem uma coisa de tristeza que combina tanto com a letra e me fez até dar umas choradinhas em algumas ocasiões, quando ouvi essa versão.

Cordel do Fogo Encantado - O Cio da Terra
A original é do Milton Nascimento (letra dele com o Chico Lindo Buarque). É até bonita, mas não me fazia dizer que gostava da música. Depois que ouvi a versão do Cordel, com o acompanhamento que eles colocaram... Consigo ver o lavrador, o processo exaustivo de plantar, cuidar, colher e produzir. Ouçam e comparem.

Céu - Rosa Menina Rosa
A original é do Jorge Ben e eu não gosto dele. Não tem nenhuma música dele que eu me lembre agora e possa dizer "essa é legal, eu gosto". E, confesso que até começar a escrever esse post, eu nem tinha ouvido a versão original de Rosa Menina Rosa. Só sabia que é dele e que a Céu tinha regravado. Mas, como adoro a Céu e não gosto do Jorge Ben, eu já sabia, mesmo sem ouvir, que eu gostava muito mais da versão dela que ouço sem parar porque a voz da Céu faz isso comigo: quando coloco uma música dela, tenho que escutar até cansar. Enfim, acabei de ouvir a original e realmente, eu estava certa.


Eddie Vedder - You've got to hide your love away
A original é dos Beatles. Não sou exatamente fã deles, mas algumas das músicas que conheço até gosto. O que já não acontece com o Eddie Vedder, que eu adoro desde sempre e adoro mais ainda tudo que ele canta. Essa versão foi gravada para a trilha do filme Uma Lição de Amor (I'm Sam), que eu ainda não vi, mas deve ser bonitinho. Antes da versão do Eddie Vedder, a versão que eu conhecia e adorava era a do meu pai tocando no violão. E ele tocava duas, três vezes seguidas porque eu ouvia e queria ouvir de novo. Até ele falar "chega, depois eu toco de novo" e começar a tocar outras do repertório dele. Então, por ordem de preferência vem: Eddie Vedder, com sua voz meio rouca e triste, meu pai com seu violão e inglês impecável e auto-didata (que eu só herdei o auto-didata) e Beatles com sua gravação que, de tão pouco que eu ouvi, nem posso comentar muita coisa.

Alanis - My Humps
Essa versão da música do Black Eyed Peas (que eu achei que fosse uma música solo da Fergie) é muito legal por dois motivos: foi feita com bom humor e é da Alanis. Gosto da Fergie, até falei isso alguns posts atrás, mas gosto mil vezes mais da Alanis, minha musa desde a adolescência. O melhor dessa regravação é o clipe, com a Alanis sensualizando como nunca antes na história desse país. Se for ver, de verdade mesmo, prefiro a música original, mas a versão da Alanis é boa demais para ficar fora dessa lista. Ela conseguiu pegar uma música que não tem absolutamente nada a ver com ela e cantar de um jeito tão pessoal, que a música virou outra e, se você ouvir sem prestar atenção na letra, pode jurar que foi a Alanis quem gravou primeiro.

Bom, essa lista já ficou maior do que eu imaginei, mas como ainda tem muita coisa que pode entrar nela, aguardem uma parte 2 e, se souberem de mais versões melhores que as originais, deixem nos comentários.

***
Trilha Sonora: Depois de tanta música para o post, agora é a TV ligada.

3 comentários:

Eu Hein Natasha disse...

Sabe eu tb penso essas coisas sobre versões, tem I will survive com o Cake q é fantástica, Little wing com The Corrs q tb é linda, e a Alanis mandando ver com Crazy q é do Seal. Já my humps parece mais coisa da "irmã gêmea da Alanis"(pseudonimo zuado e gostosinha) a Delicious Morissette, q tb é impagável.
Valeu pelas dicas, espero q curta as minhas tb.
=***

so sad disse...

ai ai ai, rsrsrsrs

dois pecados!
lanterna do afogados é melhor com o paralamas...

e beatles é Deus, nao tem comparação, nem com o Eddie Maravilhoso Vedder, rs
gosto dessa, claaaaro, mas Beatles é sempre melhor,
rs

precisa dizer que sou beatle maniaca? rs

LAR DOCE LAR disse...

Apenas digo que gostei da trilha.
Uma pesquisa bem aprimorada, só faz isso quem gosta de música e, isto, é sensibilidade.
Abraços