quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Amor

Antes de ontem foi o dia de São Valentin e o Facebook tava cheio de coisas relacionadas ao assunto amor/dor de cotovelo.
Uma página que eu "curto" tava fazendo uma enquete para um post colaborativo e eles queriam saber o que era amor.
Respondi que amor era o que tenho agora com o Douglas. Nada antes ou depois dele.
Ontem ele apareceu de surpresa na minha casa. Viajou horas e horas só para jantar comigo e dormir. Saímos cedo hoje, ele me deixou no trabalho e foi embora, viajar mais 5 horas para poder trabalhar.
Desde o começo do namoro, há quase 4 anos, só aconteceu uma vez de conseguirmos passar duas semanas juntos. Na maioria das vezes o tempo máximo é a duração de um feriado prolongado ou uma folga inesperada. Nos vemos a cada 15 dias, mas já ficamos 3 meses sem nos ver. Já viajamos por horas, pegando 3...4 ônibus para ficarmos menos de 24 horas juntos. Só porque deu saudade, só porque precisamos do carinho, só porque é amor.
Normalmente, enquanto ele dorme, fico acordada por um tempo olhando pra ele. E nesses momentos, a resposta para a pergunta "o que é o amor?" cabe inteira em cima da minha cama, ao mesmo tempo que cresce sem freio dentro do meu peito.
Pra quem ama, todo dia é dia dos Namorados. Em fevereiro, junho e nos outros 10 meses que sobram, então....

Feliz dia dos Namorados, vida.

***
Trilha Sonora: Dois Sorrisos - Móveis Coloniais de Acaju. Tocando na minha cabeça e é o que toca no meu celular quando o Sr. Namorado me liga. "Seu sorriso é o que eu preciso E quando ao resto Eu juro Tanto faz"


3 comentários:

Retrato em Branco e Preto disse...

Isso sim é amor de verdade!

:)

Dread disse...

Não tem como dizer que isso aqui não é amor.

Talvez existam vários tipos de amor, mas amor igual ao nosso, não existe igual e é sem dúvida, o mais fiel e verdadeiro dos amores.

Te amo.

Vanessa disse...

Que lindo!