sábado, 21 de junho de 2008

Ana Solidão - PB

(Piu)

Meia-noite o encanto acaba
E a minha sorte chega enfim
Ela mesmo ri, diz: Tudo está confuso pra mim
Eu me visto e me pinto
Sem vontade de sair
Outro inverno e eu dou o fora
Só não tenho pra onde ir
Quero algum começo
Não tenho nada que me prenda aqui
Só uns discos e uns amigos
E um passado sem raiz
Mais um brinde à sua insônia
E pensar em nunca mais dormir
Ela grita em vão:
Eu tenho alguns tesouros em mim
Alguns vícios e um desejo
Muito intenso de me apaixonar sem fim.

***
Alguém tem e pode mandar essa música para o meu e-mail? Vou ficar tão feliz...

***
Trilha Sonora: Hoje não. Obrigada.

5 comentários:

julio de castro disse...

hum... não faço a mais vaga idéia de que música seja essa...

mas desejo boa sorte em sua busca, srta.

abração

Estava Perdida no Mar disse...

Um desejo: Muito intenso de me apaixonar sem fim.
Tb quero.
Nunca ouvi esta música...mas adorei a letra. Vou catar

Naraiana Costa disse...

"Quero algum começo"


crie o seu começo. Seja inventora das suas obras. Dona do seu início. Do seu re-início.
=]

=*

Nica disse...

Não tenho, mas gostei da letra... se o ritmo for bom tb quero.

FredFre disse...

Eu tenho
Ainda quer?

Aliás.. Obrigado pela letra :)