quarta-feira, 18 de junho de 2008

Cartas para não enviar (3)

Não estranhe, mas senti vontade de dizer que sinto sua falta.
Senti vontade de dizer que hoje faz nem sei quanto tempo desde que nos falamos pela última vez (meu pai diria "penúltima". A última é só daqui muito tempo).
Você estava feliz, apaixonado e eu estava feliz por você, apesar de estar vindo do enterro da minha avó.
Não me lembro o que conversamos, mas sei que demos muita risada.
Tanta coisa aconteceu desde então e você acompanhou (quase) tudo através dos e-mails que fomos trocando.
Sua ausência tem sido gritante nos últimos dias em que ando tão feliz, querendo dividir com você os momentos lindos que tenho passado ao lado dele.
E na semana do dia dos namorados, quando eu fiquei pensando "o que eu compro?", com certeza você teria sido consultado e teria dado ótimas idéias que eu teria rejeitado porque é assim que eu sou e é isso o que eu sempre faço. E você sabe. Por isso faz tanta falta: você sabe.
As pessoas que dizem se preocupar e me enchem de perguntas, na verdade não prestam atenção em mais do que duas frases do que eu digo.
E eu gosto de poder falar naquele ritmo irritantemente rápido, sem pausas, mudando de assunto sem concluir nada e falando de tudo ao mesmo tempo, enquanto você fica calado, ouvindo. Me interrompendo apenas para rir das minhas besteiras e fazer suas piadas.
Mas parece que a distância é uma imposição constante entre as pessoas que realmente amo e eu.
Um dia sei que isso vai mudar e, até que chegue a minha hora de voltar, eu vou convivendo com sorrisos falsos e conversas superficiais.
Mas hoje, não estranhe, apenas senti vontade de dizer que estou com saudade.

***
Trilha Sonora: Me Beside You - Travis.

8 comentários:

letícia * disse...

eu até poderia te chamar de mariquinha de novo.

mas eu ando mais melosa que você...


uhuu... o amor faz maravilha.


bjo*

Poesia! disse...

boa tarde! gosto muito do seu blog! sou adm. do blog “o fogo anda comigo”(thefirewalkswithme.blogspot.com). o blog tem como ideal um SARAU AMPLIFICADO onde TODOS divulgam suas ideias e, o principal, poemas. gostaria de ser um parceiro seu! me responda no email ofogoandacomigo@yahoo.com.br. OBRIGADO

Menina Flor disse...

Lindo. É exatamente o que eu gostaria de dizer hoje. Sabe, a distância dói né, esses tais sorrisos falsos e conversas superficiais cansam. E eu já estou nesse estágio, não consigo nem ser educada. Triste, mas é a verdade. Espero que você não se torne a monstrinho que eu me tornei. (rsrs.) Beijos. Belo texto.

Luca disse...

Acho que o título poderia ser: Cartas que deveriam ser enviadas!

Tay Highway disse...

Não deveria ser enviada, mas via blog ela foi, né? hehe
Bjo

Vanessa disse...

Saudade
Ah, sentimento que dói.
Aquela pessoa que nos ouve, que nos dá atenção, que nos faz sentir amada. Essas sim causam imensa saudade.
A gente chega se sente torta de um lado.

Di disse...

Nhé, blog serve pra uns desabafos. Apesar da saudade continuar, escrever esse post deve ter dado uma sensação de alívio também.

Naraiana Costa disse...

Isso foi a coisa mais linda que já li nos últimos meses. E não é exagero. É que para mim fez total sentido.