sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Mamãe querida!

Eu não tenho pesadelos.

No máximo uns sonhos tristes, com alguém que morre, mas pesadelo mesmo, daqueles com mostro, vampiro, bruxa, zumbi, lobisomens, sei lá... Nada disso nunca apareceu nos meus sonhos. E eu acho muito bom!

Porém, a lei da compensação, costumo ter uns sonhos meio nada a ver.

Por exemplo: na noite de quarta para quinta, sonhei que eu adotava um menino. Lindo, bebêzinho ainda. No sonho eu via ele dar os primeiros passinhos e, como toda boa mãe coruja, ficava encantada.

"Oh! Meu filho! Que lindo!"

Mas o elemento nada a ver não é o fato de eu, solteira e desempregada ter adotado um bebê.

De repente, e não me pergunte como, o tempo passou mas eu não envelheci.

Como eu sei que o tempo passou?

Porque (essa é a parte nada a ver) o bebê cresceu e virou... o Rodrigo Santoro!

Gente! Por que eu não sonho que estou casada com ele? Tenho que sonhar que sou mãe dele?

=/


*Sempre sonho que adoto bebês, acho crianças na rua e pego pra mim, apareço grávida... Mas nunca há um pai para as crianças nos sonhos. Algum psicólogo disposto a analisar meus sonhos recorrentes?


***

Trilha sonora: hoje não há. Só a TV ligada e os cachorros latindo na rua.

6 comentários:

Anna Flávia disse...

tão melhor sonhar sendo a namorada, amante, caso do santoro... mãe é lasca. ;D


ai, que agora eu fiquei curiosa com esses teus sonhos. hahshasha


beijo

quel disse...

Eu a não tenho a explicação de vc sonhar com os bebês e filhos...

Mas, por causa da abundância (de ocupação)há SONHOS, e há vaidade e palavras em abundância.....

Bjs

Zaira Brilhante disse...

Ah!!! que bom, como eh otimo voltar com as minhas sessoes de terapia que sao visitar seu blog e sempre me identificar com alguma coisa nos posts... por exemplo, nao costumo sonhar mto com filhos, mas quando acontece, o pai eh sempre um misterio... nunca aparece!!! rsrs
pois eh, vou adicionar o Caixa de Sapato entao no Between, mas nao para com o Quanto tempo nao!! rsrs
Ah, me explica como funciona esse lance do technorati (seja la como se escreve isso! rs) bjsss e saudades! =P

disse...

Menina, eu tbm tenho uns sonhos... no mínimo peculiares. É, eu estou sendo eufêmicas.

Certa vez sonhei que o diabo em pessoa vinha me buscar pela mão (e ele era bem guapo, estava num terno preto superalinhado) para dar uma volta ao mundo. Mas passávamos por lugares pouco conhecidos (até hj morro de vontade de lembrar os nomes, mas não consigo, pq se existirem de verdade vai ser preocupante) e lindíssimos. Daí ele me deixava no mesmo lugar que me encontrou e dizia q em dez dias voltaria para que refizéssemos o trajeto.

Adivinha? Ele voltou em dez dias. E fizemos o mesmo itinerário. Mas dessa vez ele me mostrava o lado "feio" dos lugares. Por trás das lindas igrejas, pessoas mendigando, nas praias, bêbados, drogados largados na areia...

Filosófico, não? No final ele me dizia q tudo é uma questão de ponto de vista e do que o nosso olhar está disposto a ver.

Acordei arrepiada e nunca esqueci desse sonho. Interessante, né?

Bom, me empolguei, eu acho. rs.

Laís disse...

Hum, na época em que eu fazia terapia, minha terapeuta dizia que gravidez significa nascimento de projetos e idéias, na maioria das vezes.
Mas também pode ser só uma manifestação de uma preocupação. Dúvida sobre estar grávida, tu ou alguém próximo de ti.

Vai entender essa mente, né?!

Bel disse...

Ai ai ai... sonhar em ser mae, tudo bem, mas o filhote virar o santoro... é ser coruja demais, porque aquilo ali é mais do que uma criacao divina!!!