quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Não dá para não comentar

Acabei de ver no UOL:
Justiça condena à pena máxima acusados pelo assassinato de João Hélio
"Os quatro acusados pelo assassinato do menino João Hélio, de 7 anos, em 7 de fevereiro de 2007, foram condenados, juntos, a 167 anos e 3 meses de prisão, conforme sentença proferida nesta quarta-feira (30) pela juíza Marcela Assad Karam, titular da 1ª Vara Criminal de Madureira, no Rio de Janeiro, que classificou o crime como "ação bárbara e atroz."
Seria uma notícia relativamente boa (porque eu ainda acho pouco por tudo o que eles fizeram), mas:
"Todas as penas, por imposição legal, foram convertidas ao máximo de 30 anos."
É o nosso sistema judiciário maravilhoso!
Não sei se isso me revolta mais pelo absurdo que foi a coisa toda ou se por eu ter um irmão da mesma idade que tinha o João Hélio.

Dá para ter esperanças com uma (in)justiça dessas?

***
Trilha Sonora: Sunset Strip - Courtney Love.

6 comentários:

Mike disse...

Absurdo... a justiça brasileira é piada, absoluta!!!!

berinjelinha disse...

Pois é, eu tb vi e achei mais que um absurdo. Eu não tenho irmão na idade do menino que morreu, mas entendo como deve ser a dor da perda e da perda injusta, como foi o caso. Nesses casos, sinceramente eu acho que a gente devia ter alguma coisa do tipo 'grupo de justiceiro do governo' que cuidassem dessas situações, como em filme, onde os bandidos morrem e os mocinhos, gente normal, gente honesta, fica viva...
Prisão perpétua, pra esses canalhas!

Gabi disse...

Minha esperança é que alguém dê um jeito neles na cadeia. Essas pessoas que cometem crimes com muita repercussão sempre arrumam inimigos na prisão, como no caso da Suzane Richthofen.

Di disse...

Deviam morrer na prisão.

Anna Flávia disse...

é difícil acreditar em qualquer coisa nesse país.
:[
beijos

letícia * disse...

o juiz deveria ler o veredicto assim: olha, você até merece passar a vida toda na cadeia, mas nosso país é tão piedoso com os marginais, que você ficará somente 30 aninhos. isso é, se você tiver um bom comportamento, poderá cumprir um sexto da pena e depois pedir liberdade condicional.


e laiá.. .